Ninajirachi abre a magia por trás de seu novo mix estendido 'Start Small (Growth Mix)'

Mergulhe em 'Start Small (Growth Mix)', o novo mix estendido do single lançado anteriormente de Ninajirachi

Ninajirachi vem construindo com sucesso sua marca de música eletrônica desde 2016 e o ​​que é ainda mais impressionante é que ela é toda interna na escrita, produção e mixagem.

Maio de 2022 viu o primeiro lançamento em mais de um ano de Ninajirachi. Ela derrubou Comece pequeno, um banger auto-afirmativo nos lembrando de começar pequeno, cuidado e não ir muito à frente.

Apenas esta semana, 29 de junho (para ser exato), Ninajirachi lançou o mix estendido do single chamado Comece pequeno (mix de crescimento), e ela abriu o conjunto Ableton Live para mostrar a você todos os segredos, truques, processamento e alguns plugins de escolha que ela adora.

Continue lendo enquanto ela fala através das partes de Comece pequeno (mix de crescimento).

Comece pequeno

Bateria

“A bateria foi a primeira parte dessa música que veio junto. Comecei fazendo um loop de alguns samples de áudio e eles se tornaram a bateria que você pode ouvir no drop.

Eu sobrepus alguns sons diferentes de chute e pisada juntos para criar o tom e o caráter perfeitos – o mesmo com os chapéus. Depois que o primeiro som de chapéu chega, eles não descansam até o final, o que mantém o ritmo em movimento mesmo nos momentos mais ambientes.

Os três diferentes sons de chapéu movendo-se para frente e para trás na mixagem significam que o som não se torna incessante, apenas se torna tão presente, arejado, agudo, suave, barulhento, etc. quanto precisa ser a cada momento.

Capacidade
Bateria: Arranjo

Apertar a bateria a partir desse ponto foi muito fácil, porque tudo que eu tinha que fazer era subtrair elementos do loop que eu tinha feito para que o ritmo ficasse mais esparso nas seções menos energéticas da música. Os diferentes sons de bateria gradualmente cambaleiam, puxam o pacote para a construção, caem completamente para os grandes momentos de baixo, repetem e depois cambaleiam de volta para o final.

Os bumbos foram processados ​​em grupo com muita saturação e compressão, e as caixas estão passando por um Auto Pan com configurações rápidas para torná-las agradáveis ​​e amplas. Eu gosto de mixar à medida que vou, então não é preciso dizer que praticamente todas as faixas deste projeto foram equalizadas e compactadas até certo ponto. Você verá esses dispositivos nas capturas de tela, mas não vou falar sobre eles porque não quero ser chato haha.”

tambores aptos
Bateria: Chute
eq de capacidade
Bateria: Processamento de chute
reverberação de capacidade
Bateria: Kick FX

Percussão e efeitos

“Minha parte favorita desta música é sua percussão – houve tantos acidentes felizes ao longo do caminho que criaram momentos percussivos realmente interessantes. Eu usei muitos sons encontrados e foley como cliques de teclado e mouse, sons de boca, etc.

O sample de quebra que aparece por um tempo na compilação está sendo executado através de um Auto Pan e um Shaper instável mapeado para o filtro de frequência de um Overdrive, o que faz com que pareça mais vivo. Boa parte da percussão está agrupada e sendo processada em conjunto com o Portal, que automatizei para ser mais ou menos intenso dependendo do que eu precisava para as diferentes partes da música.

A maior parte da percussão também está passando por várias quantidades de delay de slapback e OTT. Um dos meus plugins favoritos é o Soothe2, que usei praticamente em todos os lugares, mas particularmente na percussão para suavizar alguns dos artefatos brutos de gravação de foley.

Devo mencionar que fiz o Start Small em dezembro de 2021, depois de voltar para casa de uma viagem a Melbourne, onde fiz um monte de música com Swick, que tem um gosto semelhante ao timbre de percussão. Ele é um dos meus produtores favoritos e nossas sessões foram muito divertidas e inspiradoras, eu saí com tantas ideias.”

arranjo de apto
Percussão e efeitos: clipes Midi
capacidade eq 8
Percussão e FX: Quebre a cadeia FX
plugins de capacidade
Percussão e FX: cadeia FX
plug-in do portal
Percussão e FX: plug-in do Portal
plug-in acalmar
Percussão e FX: plug-in Soothe 2

Graves

“Existem alguns sons de baixo diferentes ao longo desta música. Até o final, há um som básico de baixo de órgão que fiz no Wavetable e processei com alguns filtros e Overdrive.

Dois outros sons graves assumem a liderança na queda e chamam e respondem um ao outro. Um deles é um sample one-shot que processei usando filtros, OTT e Overdrive, e o outro é um som em camadas que fiz usando o Operator e o mesmo processamento, mais o Trash2.

O som é dividido em quatro faixas para que eu possa processar o sub e os tops separadamente da parte 'bass' carnuda. Há também uma camada de 'ambiência' no topo com um monte de reverberação que faz com que o baixo pareça realmente cheio e amplo.”

baixo apto
Baixo: Arranjo
sintetizador de baixo
Baixo: cadeia suave
operador de tablet
Baixo: Sub-cadeia
operador
Baixo: Buzz chain
lixo de isótopo
Baixo: Izotope Trash 2

Acordes e melodias

“Os acordes de sino com falhas no início da música foram feitos usando um patch Omnisphere executado através de Portal, reverb e delay. Essa foi a segunda ideia que eu tive depois da bateria, e essas duas partes juntas formaram a primeira instância da música.

Depois de algum tempo, um patch de coro vocal Xpand aparece e toca o acorde de Lá menor repetido, que é ligado ao chimbal. É um importante elemento de fundo que realmente fundamenta o clima que leva ao colapso. Eu usei Thermal nele, que é outro plugin de saída que eu amo.

Os acordes e a melodia que você ouve ao longo do colapso, levando ao drop, foi talvez a última grande parte que adicionei à música. Eu criei o drop e a introdução simultaneamente, mas eu estava lutando para unir os dois e encontrar uma maneira significativa de transição entre eles – eles soavam como partes de duas músicas diferentes.

Eu executei a mesma progressão de acordes do sintetizador de introdução através de alguns presets Omnisphere em camadas e um patch Ableton Wavetable que eu fiz para criar os acordes de trance, e filtrá-los para cima ao longo do tempo me deu a construção significativa que eu precisava para mudar para a queda sem soar brega ou forçada.

A melodia em toda esta seção foi feita com o mesmo patch de coro vocal Xpand que eu usei anteriormente, apenas em camadas com uma amostra de baqueta em Simpler para um transiente mais difícil.”

Acordes e Melodias: Arranjo
Acordes e melodias: sintetizador Trance
Acordes e melodias: processamento da camada Arp
Acordes e melodias: cadeia FX
Acordes e melodias: Xpand chain
Acordes e Melodias: Coro Aah Feminino
Acordes e melodias: introdução do sintetizador
Acordes e Melodias: Sintetizador térmico

Vocais

“A gravação vocal nesta música foi um momento de muita consciência. Eu não 'escrevi' nada, apenas comecei a gravar nos meus memorandos de voz do iPhone e esse verso foi o que saiu.

Eu não editei nem mudei nenhuma palavra – o que você pode ouvir foi o primeiro e único 'take'. Acho que inicialmente pretendia substituí-lo por algo 'melhor' na faixa, mas a primeira gravação fez tanto sentido e no final não havia razão para trocá-lo.

Os vocais foram aumentados em um tom e processados ​​usando Thermal e um monte de delay. O dispositivo mais importante na cadeia para mim é o delay – eu amo como o efeito slapback se torna mais desordenado no final da música.

Eu usei um pouco de distorção e deslocamento do formato Little Alterboy em algumas das outras camadas vocais também. Há alguma Waves Tune no 'lead', mas como é uma faixa de palavra falada, está sendo usada mais como uma ferramenta criativa do que como um corretor de afinação. ”

vocais de apto
Vocal: Arranjo
processamento vocal
Vocal: FX chain
Vocais em Ableton
Vocal: FX chain
gravando vocais
Vocal: FX chain
brinquedos de som
Vocais: Sound Toys little alterboy
ondas sintonizam
Vocais: Afinação das ondas

Ouça Comece pequeno (mix de crescimento) abaixo, veja mais sobre Ninajirachi aqui.